Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saramagueando: olhar, ver, reparar...

"Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara."

Saramagueando: olhar, ver, reparar...

"Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara."

Saramagueando

BibCamilo, 25.09.21

 

portrait.jpeg

 

O Centenário de José Saramago, escritor consagrado internacionalmente através do Prémio Nobel da Literatura da literatura de 1998, vai ser comemorado a partir de 16 de novembro de 2021, através de uma diversidade de atores e de expressões intelectuais e artísticas.

A Escola Secundária Camilo Castelo Branco, Vila Real, associa-se às comemorações do Centenário, promovendo um conjunto de eventos e atividades em torno de Saramago, o homem e a obra, que divulgará neste blogue.

"Saramagueando: olhar, ver, reparar..." pretende fundamentalmente celebrar uma obra (e um homem) que recusa a perspetiva única, o sentido monolítico, as verdades absolutas e se apresenta como espaço privilegiado de problematização e de dúvida - até porque "É pela dúvida que começamos a emendar as desordens do mundo", afirma Saramago.

"Pôr tudo em dúvida. É esta a atitude político-moral do autor e, ao mesmo tempo, a sua perspectiva literária sob a qual o realismo de Saramago tanto se revolta contra as continuidades da história portuguesa como também evidencia as suas rupturas." (Thomas, 1998:49).

 

Ver e não ver são imagens recorrentes na obra saramaguiana. Para cultivar o ceticismo sem perder a esperança, é preciso saber ver, que o mesmo é dizer, é preciso discutir, opinar, argumentar, ajuizar. Este tema é levado ao limite em Ensaio sobre a Cegueira, onde o que está em causa (mais do que a dicotomia ver/não ver) é o não saber ver ou o não querer ver. A epígrafe escolhida para este romance é assaz esclarecedora:

 

                                                “Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara”.

 

Saramagueando, vamos fazer desta epígrafe o nosso lema!

 

Referências:

SARAMAGO, José (2015). Ensaio sobre a cegueira. Lisboa: Caminho.

THOMAS, Christian (1998), "Jangada das ficções – José Saramago recebe o Prémio Nobel da Literatura", Revista Camões, Instituto Camões, Lisboa, pp. 47-49.

 

 

 

Licença Creative Commons
Trabalho licenciado com uma Licença Creative Commons